29 de junho de 2016

Encontrinho Livro Karol Pinheiro em São Paulo (26/06) + Resenha do livro As coisas mais legais do mundo


E não é que eu juntei coragem e fui lá no encontrinho que teve na Saraiva do Shopping Center Norte do lançamento do livro da Karol Pinheiro? Digo coragem porque primeiro: sabia que teria de ficar muitas horas por lá. Segundo: só ia dar a tia de 24 anos no meio das novinhas HAHAHAHA!

Sei que é bobagem, mas fiquei com vergonha de ir lá com os meus muitos anos de sabedoria nas costas. Porque querendo ou não, a vibe das pessoas mais novas é outra, elas estão lá para vibrar e gritar pelo ídolo delas. Para mim, o encontrinho seria para eu conhecer alguém que eu admiro muito, pela pessoa que ela é e pelo trabalho que ela faz. Então eu fui a tia chata que não gritou quando a Karol e a Maqui entraram, mas que por dentro, estava muito feliz de estar ali para poder dar um abraço nelas e muito feliz pelo sucesso delas :)

O primeiro encontrinho aqui de São Paulo foi no dia 26/06 lá na Saraiva do Shopping Center Norte. As senhas começaram a ser distribuídas às 10h, cheguei lá por esse horário mas fiquei igual barata tonta tentando achar o lugar que estavam distribuindo as senhas de fato, então até eu pegar minha senha, já eram umas 10h10, mas ainda assim fui a 92°. Para os primeiros 200 que chegassem, tinha um creme de mão da The Body Shop. Nem preciso falar que eu fiquei feliz de ter ganhado coisa de graça, né? Hahahaha! Ainda mais da The Body Shop, que é uma marca que eu gosto.

O encontrinho de fato aconteceu às 14h. Eu fiquei super tranquila pois na minha cabeça com certeza teria um filme passando no cinema para cobrir esse intervalo de tempo. Que nada! Não tinha UM FILME SEQUER nesse intervalo de tempo. Resultado: Lari velha morrendo de tédio e bunda quadrada no shopping, querendo muito tirar uma soneca no sofá dos corredores, mas que não o fez porque sabia que iriam acordá-la hahaha! Tentei até ir no fliperama, mas não tinha nenhum jogo interessante.

Mas enfim a hora chegou, a Karol e a Maqui foram bem pontuais. A galera vibrou, eu fiquei quietinha e escondida lá no fundo e não demorou muito para começar a sessão de autógrafos e abraços. Mas ainda assim minha gente, para chegar no número 92 demorou heim? Fui dar o meu abraço na Karol e na Maqui lá pelas 17h30! Mas nem posso reclamar, pois elas atenderam todo mundo com muita calma e com muita atenção. Sério, muito fofas! Mas até chegar minha vez, minha bunda já não existia HAHAHA! E como tinha que poupar a bateria do celular (que já estava nos 35% porque eu fiquei usando ele para passar o tempo antes) eu fiquei simplesmente lá. só observando hahaha! Gente, é um fato: não tenho mais energia para essas coisas, juro que saí quebradona de lá! E olha que eu fiquei sentada...



Como o número máximo de senhas (500) não foi atingido, foi liberado levar mais de um livro para a Karol assinar ou assinar o livro + o poster que vem dentro dele (que foi o meu caso).

Gente, mesmo não gritando e vibrando como o pessoal de lá, eu adorei ter ido e conhecer a Karol e a Maqui. Elas são MUITO simpáticas e são aquilo que a gente vê nos vlogs, é muito louco hahaha! Foi muito legal cantar parabéns do pai da Karol, ver a vovó Alice e ver a Karol falar "Oi... AI MAQUI!!!" e cair na gargalhada quando a Maqui foi falar com ela e ela pensou que era outra pessoa da fila para ir conhecer ela HAHAHAHAHA! Se eu não estivesse tão nervosa teria morrido de rir também, só acabou saindo uma risada tímida mesmo hahaha!

Não sei se vocês sabem, mas eu fiz um retratinho de aquarela para a Karol e outro para a Maqui, e decidi que queria fazer uma surpresa, deixando eles dentro do livro, para na hora que a Karol fosse abrir, ela visse. A reação dela foi muito engraçada, sabe quando a pessoa não espera e fica confusa por aquele 1 segundo? Eu até fiquei preocupada pensando "eita cara, será que ela não gostou?" mas depois ela disse que sim e ficou tudo certo hahaha! Daí eu mostrei também o da Maqui e eu fiquei MUITO feliz em ver que elas gostaram! A Maqui até colocou no Snapchat dela e talz, sempre fico muito feliz quando eu retrato alguém e a pessoa gosta. Sério, que sensação boa! :)



As fotos não ficaram boas porque foi tirado com a câmera frontal do celular e a minha cara muito menos, mas assim são as nossas lembranças, não é mesmo? Não são perfeitas mas a gente guarda com carinho. Foi MUITO legal conhecer elas! :)

OBS: o creme de mão que a gente ganhou foi o Absinthe Purifying Hand Cream. E gente. Que. Creme. De. Mão. Bom. Para mim creme de mão bom é aquele em que você passa mas não fica melado. Esse você passa e ele logo some. Incrível, muito bom mesmo! O cheirinho dele é gostoso também. A única coisa ruim é que a validade é até novembro desse ano, mas hey! É de graça hahahaha!



Agora vamos aproveitar e falar um pouquinho do livro?


Vamos começar falando da capa. Eu achei de muito bom gosto, bem clean com uma paleta de cores reduzida que é aplicada dentro do livro também. O título em glitter (que é foto de glitter de verdade, não foi feito digitalmente) ocupa a maior parte da capa e ao fundo tem uma chuva de glitter e papéis dourados com a Karol em baixo, com uma blusa branca. Achei que tudo combinou e tudo teve sua proporção e lugares certos. Talvez só o "Neste livro, você também escreve!" poderia estar menos colado ali no título.


Dentro, já nos deparamos com uma página com esse pattern muito lindo cheio de coisas que a gente sabe que a Karol gosta e vemos no canal dela, e sempre no clima clean.


O livro em si é composto de vários textos pequenos que ocupam apenas uma página. Os textos abordam sobre as coisas mais legais do mundo, que são os sentimentos. Cada texto nos faz pensar sobre a nossa relação e experiências com esses sentimentos. O mais legal é que num livro assim, o que o leitor absorve e reflete sobre ele depende diretamente de seus próprios sentimentos e experiências que teve na vida. Na verdade, qualquer livro é assim, mas nesse em que especificamente se fala de sentimentos, isso acontece com mais intensidade. Não depende só da idade do leitor, mas sim, das coisas pelas quais ele passou. Quando eu reler esse livro daqui a 5 anos, terei outros pensamentos, sensações e reflexões.

Depois do texto, no pé de cada página, sempre tem algo interativo, para você desenhar, escrever, indicar, pensar. Tem alguns que tem até QR codes que te levam a conteúdos do blog da Karol ou um conteúdo exclusivo.


No meio dos textos, há essas páginas lindas em "dourado" com frases, sendo que algumas delas você pode recortar do livro.

Além disso, no final tem um poster com a frase em gittler "As coisas mais legais do mundo não são coisas" (aquele que você já viu a foto ali em cima!) para destacar.


Confesso que eu não conheço o canal da Karol há muuuuito tempo, então eu não acompanhei muito a fase de desenvolvimento do livro, quando vi, ele já estava praticamente ali na livraria, mas cheguei a tempo de ver que o livro era sobre sentimentos. Se não fosse por isso, talvez eu tivesse pensado que era um livro mais voltado para o público infanto-juvenil ou coisa assim, por causa do glitter e talz (eu fiz essa relação louca, não sei vocês hahahaha).
Mas eu não me arrependi de ter comprado o livro. Ele é simples, rápido de ler e pessoas de qualquer idade conseguem tirar algo dele. Uma reflexão, um pensamento... enfim. É daqueles que você vai sempre pegar em algum momento para dar uma relida em algum texto.


A contracapa é cheia de comentários e a Karol de costas hahaha eu adorei isso!


E para finalizar esse post, deixo o vlog da Karol sobre o primeiro fim de semana de encontrinhos de lançamento do livro! Eu apareci bem rapidinho, será que você consegue me encontrar? Dica: é só ver uma pessoa com muita vergonha hahahaha!




E vocês, iriam num encontro de algum youtuber/blogueiro que vocês gostam? Já foram?
E o livro, vocês vão ler, ou já leram?
Até a próxima! :)

2 comentários:

  1. Eu morro de vontade de participar de um encontrinho mas tenho muitaaaa vergonha. (hehehe) Deve ter sido muito legal apesar da espera. É tão bom poder conhecer uma pessoa que a gente admira. ^^
    Beijinhos ♥

    Contadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estava morreeeeendo de vergonha, mas foi realmente legal :) Se um dia você tiver oportunidade, recomendo fortemente você ir com vergonha mesmo hahaha! :)

      Excluir